Sendo o Latim a língua-mãe do português, o seu estudo é necessário para melhor compreendermos a nossa língua. Saber latim ajuda-nos a enriquecer o nosso vocabulário, fortalece as nossas competências na língua materna, quer ao nível da compreensão, quer ao nível da expressão escrita. O estudo dos textos latinos desenvolve as nossas capacidades de análise, de reflexão sobre a língua, tão úteis no quotidiano em todas as situações de leitura e de escrita. E a par do estudo da língua latina está o estudo da cultura, a cultura greco-romana que enforma toda a cultura ocidental. 

 

A língua latina está sempre a ser usada mesmo por aqueles que nunca a estudaram ou que dizem que o seu estudo não é necessário. Quando dizemos que alguém não entrou na Universidade por causa do "numerus clausus" ou vamos fazer um exame "ad hoc", ou aderimos ao "simplex" do governo para acabar com a burocracia, estamos a falar latim. Um suspeito de crime apresenta o seu "alibi", e o seu cúmplice "idem" aspas, diremos nós. Mas fazer alguma coisa de concreto para modificar determinada situação fica adiado "sine die" ou mesmo para as "calendas gregas". É assim...  o latim e a cultura clássica estão sempre presentes. 

publicado por isa às 15:31