Segundo o calendário romano, Junho era o mês dedicado a Juno, a rainha das deusas, mulher de Júpiter, senhor dos deuses e dos homens. Juno, identificada com a vida das mulheres, era a deusa da fertilidade, presidia aos nascimentos, ajudava as mulheres nos partos. Como esposa de Júpiter era também a Juno Regina fazendo, por isso, parte da Tríade Capitolina, juntamente com Júpiter e Minerva. Em honra de Juno celebravam-se, no dia 1 de Março, as festas chamadas Matronalia reservadas às mulheres. Nesse dia as mulheres recebiam prendas dos seus maridos e participavam em banquetes juntamente com as suas escravas.

Juno tinha também o epíteto de Moneta (do verbo moneo, que significa recordar, avisar), pelo facto de a deusa ter prevenido os Romanos de um tremor de terra.

Junto ao templo de Juno Moneta, ao norte da colina do Capitólio, havia um edifício onde era cunhada a moeda. Daí que o termo moneta signifique casa da moeda moeda cunhada.

É, portanto, esta a origem da palavra moeda em português.

publicado por isa às 15:58