A cultura e as línguas clássicas

pesquisar

 
Quinta-feira, 16 / 10 / 14

IDADES

Na sequência do post anterior:

 

No conceito romano, o SENIOR, mais velho, era a designação dada ao homem entre os 46 e os 60 anos. Dos 60 aos 80 era o SENEX, o idoso, o ancião. A partir dos 80 era um homem aetate provectus (quer dizer avançado na idade). Antes disso, havia o Iuuenis (juvenis), o Jovem, dos 30 aos 46 e o Adulescens (adolescente; literalmente, adulescens quer dizer que está a crescer) que se situava entre os 17 e os 30 anos. Dos 7 aos 17, era o Puer e até aos 7 anos, tanto o rapaz como a rapariga eram designados por Infans (literalmente, infans quer dizer que não fala).

 

Esta era a designação para o homem (Vir), feita de acordo com a idade e em função do serviço cívico e militar.

 

Para a mulher (mulier) havia outras designações, tendo em conta o seu estado civil.

Assim: depois dos 7 anos, era a puella ou a virgo; quando casava, passava a ser a uxor (esposa) e a matrona (a mãe de família); anus era a mulher idosa, aquela que já não podia ter filhos.

 

Reparemos nas palavras e expressões que usamos em português e que derivam destes vocábulos latinos:

De senior, a pessoa de mais idade, a quem se deve respeito, vem o português SENHOR.

Da mesma raiz destas palavras derivam os vocábulos portugueses: senil, senilidade...

Por vezes também dizemos que alguém tinha já uma "provecta idade".

De puer vem pueril, puerícia...

De vir deriva o português viril, virilidade...

publicado por isa às 15:18
Sexta-feira, 10 / 10 / 14

Ainda a palavra SENIORES

 

seniores.jpg

 

Vocábulo agora muito em voga (fica melhor falar em seniores do que em idosos... ), o termo seniores  tem sofrido de "violência" tónica, quer na oralidade, quer na escrita.

 

Seniores (no singular sénior) é o comparativo de superioridade do adjectivo latino senex, que significa velho, idoso. Logo senior , literalmente, quer dizer mais velho (em comparação com outros), mas pode ser usado substantivamente, significando apenas ancião, velho.

Como em latim as palavras não têm acentuação gráfica, o singular é senior e o plural seniores [ sendo, no plural, a sílaba acentuada a penúltima - o -].

 

Usando o vocábulo em português, o singular — sénior —, tendo como sílaba tónica a antepenúltima (se-), terá de ter um acento gráfico, visto tratar-se de uma palavra esdrúxula (e todas as palavras esdrúxulas são acentuadas graficamente).

 

No plural o vocábulo fica com mais uma sílaba: se-ni-o-res  — portanto, nunca pode, em português (tal como em latim) ser acentuado na sílaba se- , visto que a acentuação, em português [tal como em latim], só pode recair na última sílaba, na penúltima ou na antepenúltima. Por isso não pode este vocábulo ter um acento gráfico em se- (visto que esta sílaba está para lá da antepenúltima).

 

 

A pronúncia do plural SENIORES deve abrir a vogal O, é essa a sílaba tónica e não necessita de qualquer acento gráfico.

 

O mesmo pode dizer-se de JÚNIOR  e JUNIORES (o mais novo / os mais novos).

 

publicado por isa às 17:54
Temas a tratar: o latim e o grego — seu estudo; a língua e a cultura; as origens da língua portuguesa; etimologias; a cultura clássica e a cultura portuguesa

mais sobre mim

Outubro 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. recentes

  • Curioso :)
  • A influência grega veio mais tarde. O que os roman...
  • Não imaginava, pensei que Júpiter fosse superior ...
  • Jano era um deus itálico, não tem correspondente n...
  • "Post" muito interessante! Qual era o deus grego ...
  • Obrigado, seu texto me foi útil.
  • Li a ode à Glória do poeta na tradução de M.H.Roc...
  • A minha frase latina favorita é mesmo "labor omnia...
  • Concordo. O Latim não está morto. Basta olharmos p...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro