Das palavras e expressões latinas que continuam a ser usadas, destacam-se, nos últimos dias, as relacionadas com a resignação do Papa Bento XVI.

 

Estamos agora em período de sede vacante : duas palavras em ablativo que constituem uma construção muito própria da língua latina. Sede é o ablativo do nome sedes, sedis que significa cadeira, assento; e vacante é o ablativo de uma forma verbal nominal, o particípio presente, do verbo vacare que significa estar vazio, estar livre, estar desocupado. Portanto a expressão quer dizer "estando a cadeira (leia-se 'a cadeira de Pedro') vazia/vaga".

 

Em breve os cardeais terão de reunir em conclave — a palavra vem do latim conclave, conclavis que designava um compartimento fechado à chave : clavis é a palavra latina que significa chave

 

Antes de resignar, Bento XVI deixou um documento Motu proprio, que quer dizer de sua própria iniciativa: motus, motus significa movimento, iniciativa.

 

Palavras portuguesas derivadas destes vocábulos latinos:

Do verbo vacare deriva o português vagar, estar vago (com a passagem do c a g, fenómeno fonético muito usual na evolução do latim ao português).

Com clavis se relaciona também a palavra clavícula (que em latim significa 'pequena chave').

 

E que dizer do francês vacances e das vacaciones, em espanhol — não são também o período em que se está desocupado?

publicado por isa às 00:30