Um erro recorrente, quer pensemos nas regras de acentuação do latim, quer tenhamos em conta as regras da gramática portuguesa: a acentuação da palavra seniores.

 

Esclareçamos as regras: na língua portuguesa, tal como na língua latina, as palavras são acentuadas (isto é, têm acento tónico, mesmo que a regra não obrigue a acento gráfico) apenas nas três últimas sílabas — última, penúltima ou antepenúltima.

 

Ora, a palavra seniores (palavra latina que quer dizer os mais velhos) tem as seguintes sílabas: se-ni-o-res, quer dizer, 4 sílabas. Segundo a regra atrás enunciada, nunca a sílaba tónica pode ser a 1ª (se), visto que fica para lá da antepenúltima. A acentuação latina, que se mantém quando usamos o vocábulo no nosso falar quotidiano, tem como sílaba tónica a penúltima - o - .

 

Assim, quando falamos no singular, dizemos sénior (com acento gráfico, visto se tratar de uma palavra esdrúxula, isto é, acentuada na antepenúltima sílaba e, segundo as regras da gramática portuguesa, todas as palavras esdrúxulas são acentuadas graficamente), mas no plural é seniores, sem qualquer acento gráfico e acentuada na penúltima sílaba (o).

 

O mesmo se passa quando queremos falar dos mais novos: júnior e juniores.

publicado por isa às 17:54