A cultura e as línguas clássicas

pesquisar

 
Quinta-feira, 30 / 06 / 11

A SITUAÇÃO PORTUGUESA QUANTO AO ESTUDO DO LATIM NO ENSINO SECUNDÁRIO

A Disciplina de LATIM  A   é um disciplina de dois anos (10º e 11º), com exame a nível nacional no final do 11º ano; é uma disciplina de opção no curso Científico-humanístico de Línguas e Humanidades ;  neste curso, na componente específica, o aluno escolhe duas disciplinas bienais entre um grupo de 5:  Geografia A, Latim A, Língua Estrangeira I, II ou III, Literatura Portuguesa, Matemática Aplicada às Ciências Sociais .

 

Há também no 12º ano, entre as disciplinas de opção, uma disciplina de Latim B (não sujeita a exame nacional) a que só têm acesso os alunos que fizeram o Latim A.

 

Este curriculum entrou em vigor no ano lectivo de 2004-2005.

 

Anteriormente o Latim era trienal e “quase” obrigatório para os alunos de Humanidades.

 

Em 2010 fizeram exame de Latim A, na 1ª fase 176 alunos ( em 2009 tinha havido 289 alunos na 1ª fase).

 

Veja-se a diferença, em poucos anos:

 

Frequência da disciplina de Latim (trienal):

 

Em 2002, na Zona Norte, havia, no 10º ano, 116 turmas, no 11º ano, 134 turmas e no 12º ano, 136 turmas;

 

Em 2001, na Zona Centro, havia, no 10º ano, 92 turmas, no 11º ano , 96 turmas e no  12º ano, 105 turmas; na Zona Sul e Ilhas eram 83 turmas, no 10º ano, 114 turmas no 11º ano e 124 turmas no 12º ano.

 

Mesmo que cada turma tivesse poucos alunos, a soma de todos os alunos que frequentavam a disciplina nessa altura não tinha qualquer comparação com a actualidade.

 

publicado por isa às 20:35
Quinta-feira, 30 / 06 / 11

O ESTUDO DAS LÍNGUAS CLÁSSICAS NA EUROPA -1

Bem diferente do que se passa em Portugal é a atenção dada às línguas clássicas em outros países da União Europeia.

 

Vejamos o que se passa em Itália, onde neste ano lectivo, 2010-2011, se iniciou uma reforma dos liceus que coloca as línguas clássicas na seguinte situação  (número de horas anuais em cada ano):

 

Ciências Humanas -  Língua e Cultura Latina (obrigatória) 1º biénio : 99 horas

                                +99 horas; 2º biénio: 66 h + 66 h; 5º ano: 66 horas; 

 

Liceu CientíficoLíngua e Cultura Latina (obrigatória) 1º biénio : 99 horas

                          + 99 horas; 2º biénio: 99 h + 99 h; 5º ano: 99 horas; 

 

Liceu Linguístico -  Língua Latina (obrigatória) 1º biénio : 66 horas + 66 horas;

 

Liceu Clássico -   Língua e Cultura Latina (obrigatória) 1º biénio : 165 horas

                         + 165 horas; 2º biénio: 132 h + 132 h; 5º ano: 132 horas

 

                          Língua e Cultura Grega (obrigatória) 1º biénio : 132 horas

                          + 132 horas; 2º biénio: 99 h + 99 h; 5º ano: 99 horas; 

publicado por isa às 19:04
Quarta-feira, 22 / 06 / 11

Da importância do estudo do latim

 

 

O estudo da língua Latina não é apenas um luxo de eruditos. O latim é a matriz da nossa identidade, o conhecimento do latim e da cultura greco-romana é essencial para um conhecimento daquilo que somos, do que é a nossa cultura, do sentido dos nossos costumes, do conhecimento das nossas origens. O estudo da língua latina é essencial para uma correcto conhecimento da língua portuguesa, para além de ajudar na aprendizagem de outras línguas (isso mesmo já foi reconhecido em estudos realizados nos EUA, onde o interesse pelo latim está em fase de expansão). O estudo da língua latina desenvolve as capacidades de análise e de raciocínio, ensina a escrever mais correctamente a nossa língua, enriquece o vocabulário, ajuda na compreensão de qualquer texto em língua materna.  É, realmente, uma base importante e essencial. Isso foi reconhecido na Alemanha, onde, depois de alguns anos em que o estudo do latim diminuiu um pouco, se está a incentivar de novo, porque reconheceram o seu valor para a formação do jovem, para o seu desenvolvimento intelectual. Isso mesmo é feito na Finlândia, onde há mesmo um noticiário radiofónico semanal em língua latina.

 

  

 

 

 

 

 

 

 

publicado por isa às 23:07
Quinta-feira, 16 / 06 / 11

"Peplum Filmus Actionis Recheadus"

Numa época em que, infelizmente, se está a perder nas escolas o estudo da língua latina, há quem, talvez por achar graça, goste de usar frases e expressões em latim, a propósito e mesmo a despropósito.

 

O título deste texto, "Peplum Filmus Actionis Recheadus", aparece a anunciar um filme num jornal diário (DC, 16 de Junho de 2011). Trata-se do filme "A Águia da Nona Legião", uma realização de Kevin MacDonald.

 

O termo "peplum", nome dado a uma peça de vestuário feminino (um vestido), entre os gregos, e depois usado também pelos romanos para designar um manto de cerimónia, foi dado a um tipo de filme de aventuras, normalmente com temática antiga, entre elas a greco-romana.

Alatinar filme em filmus ainda se tolera, em termos de latim macarrónico, já o "recheadus" é bem pior.

 

Parece, no entanto, haver da parte do autor da frase, um certo conhecimento da estrutura flexionada da língua latina visto que coloca recheadus a concordar com filmus (seria um nominativo) e actionis no genitivo (como complemento determinativo).

 

Diríamos, então, num latim actualizado com a modernidade, que se trata de uma Pellicula actionis plena.

 

Quanta falta faz o estudo da língua latina no nosso Ensino Secundário!

 

publicado por isa às 14:22
Quarta-feira, 15 / 06 / 11

SALVEMOS O ENSINO DAS LÍNGUAS CLÁSSICAS

Mais um final de ano lectivo, uma época de matrículas se aproxima, uma altura em que os jovens que irão frequentar o 10º ano no próximo ano lectivo terão que construir o seu curriculum escolar. É então altura de pensar, nas escolas, nas famílias, entre os professores, entre os candidatos ao ensino secundário, naquilo que se pretende como formação integral que deve ser ministrada nas nossas escolas, nas capacidades e competências básicas que se devem desenvolver. 

 

Nos últimos anos, temos assistido a uma desvalorização da componente humanística, vemos os cursos de Humanidades sem candidatos e constatamos que muitos jovens que ingressam nos cursos científico-tecnológicos o fazem mais por questões de influência social e a pensar na vertente económica do que tendo em conta o seu gosto pessoal, a sua verdadeira vocação.

 

É certo que pensar no futuro, num curso com saída profissional é importante. Mas, nos tempos que correm, quais são os cursos que dão garantia de saída profissional? É, muitas vezes, o engano, a desilusão, aquilo que espera o jovem licenciado.

 

E, no entanto, quantos empregos, quantas ocupações necessitavam de uma boa formação de base humanista, de um bom domínio da língua portuguesa, de um bom conhecimento da nossa matriz cultural, a cultura greco-latina!

 

Muitos são os factores que conduziram a esta situação de quase desaparecimento das línguas clássicas das nossas escolas secundárias, o primeiro dos quais tem que ver com a reforma do ensino secundário e com o facto de a língua latina deixar de ser obrigatória.

 

É o desconhecimento que leva a fazer más escolhas.

 

O estudo da língua latina é importante para um melhor conhecimento da língua portuguesa e da nossa cultura de base, sem dúvida, mas é também um precioso meio de desenvolvimento do raciocínio analítico, da capacidade de reflexão, de desenvolvimento do espírito crítico, competências tão necessárias nas mais variadas situações e tão descuidadas num ensino muito virado para questões demasiado práticas, tendo por base a imagem, o esquema, num tempo em que se pretende incutir nos jovens a ideia de que tudo se consegue facilmente, e que os deixa sem preparação para, mais tarde, enfrentar os problemas que a vida lhes apresenta.

 

Deixemos de pensar em facilitismos!

 

A língua latina é difícil? Não mais do que outras disciplinas, se o jovem estudante tiver em conta o conhecimento a adquirir e não a facilidade.

 

Nada na vida se consegue sem esforço e é desse esforço que se alcança o verdadeiro sabor do êxito obtido.

publicado por isa às 17:22
Quarta-feira, 15 / 06 / 11

ETIMOLOGIAS — 2

Mês de Junho, vai longo o ano de trabalho, há, por isso, quem goste de ir a um SPA para retemperar as forças. Esta sigla — SPA — que agora entrou na moda, tem também uma origem latina.

 

As três letras de SPA são as iniciais da expressão  Salus Per Aquam [expressão que se vê/lê muito deturpada nos anúncios e referências que aparecem a querer explicar o seu significado] que quer dizer saúde através da água.

 

Da mesma raiz de salus é o adjectivo salutaris que significa salutar, isto é, que dá saúde

 

Daqui provêm as palavras portuguesas salutar, por via erudita, mas também, por via popular, vêm do mesmo étimo os vocábulos saúde, saudar, saudação.

 

Portanto, saudar alguém é desejar-lhe saúde e salutar é tudo aquilo que é favorável à saúde.

publicado por isa às 16:26
Quarta-feira, 15 / 06 / 11

ETIMOLOGIAS

Com o novo acordo ortográfico perde-se, em muitos casos, a noção do étimo do vocábulo, mas ele é de primordial importância se queremos saber o seu verdadeiro significado, num tempo em que o verdadeiro valor das palavras anda tão deturpado, sendo-lhes atribuídas conotações bem diferentes do seu significado original.

 

Vem, então, a propósito sabermos o sentido etimológico da palavra "ministro": vem do latim minister que significa servidor, subordinado. Com esta palavra se designava o escravo doméstico e também, noutro contexto, aquele que estava encarregado do culto aos deuses.

O ministério, do latim ministerium, era a função de servidor, uma função servil, daquele que está ao serviço dos outros. Em contexto religioso era o serviço ao altar do deus, o sacerdócio.

Se pensarmos no feminino, a ministra era a escrava, a criada ou a sacerdotisa.

publicado por isa às 16:10
Sexta-feira, 10 / 06 / 11

A ACTUALIDADE DE CAMÕES

É de todos os tempos este mal, já o épico o critica: prosperam os ricos e poderosos, sobem ao poder para se servir a si próprios, o povo é sempre o desprezado, o explorado:

 

 

E vê do mundo todo os principais

Que nenhum no bem público imagina;

Vê neles que não têm amor a mais

Que a si somente, e a quem Filáucia ensina;

Vê que esses que frequentam os reais

Paços, por verdadeira e sã doctrina

Vendem adulação, que mal consente

Mondar-se o novo trigo florescente.

 

Vê que aqueles que devem à pobreza

Amor divino, e ao povo, caridade,

Amam somente mandos e riqueza,

Simulando justiça e integridade.

Da feia tirania e de aspereza

Fazem direito e vã severidade,

Leis em favor do Rei se estabelecem;

As em favor do povo só perecem.

 

Os Lusíadas, IX, 27-28.

publicado por isa às 15:56
Sexta-feira, 10 / 06 / 11

LVSIADAE

Em dia de Camões, a versão latina d' Os Lusíadas:

 

Proposição

 

I.

Arma virosque pariter insignes

Lusitanis qui occiduis ab oris

Profecti, ignotis, metuendis altis

Navigatis, Taprobanem et ipsam

Praeteriere, periclisque et bellis

Super naturam fortes imbecillam,

Inter remotas gentes novum regnum

Finxerunt, quod sublime reddidere;


II.

Gloria item praestantes omnes reges

Qui christianam Fidem dilatarunt

Imperiumque simul lusitanum,

Errantes, Asiam, Africam vastantes;

Qui, grandium memoria factorum,

Sempiternum supererunt in aevum,

Canens, faventibus et Musa et arte,

Per totum prorsus orbem divulgabo.


III.

Docti Graeci et Troiani praedicari

Ingentes desinant per maria cursus;

Regum praetermittantur Alexandri

Ac Traiani victoriae patratae:

Ego acres, claros Lusitanos canto,

Quibus Mars bellax Neptunusque parent.

Antiquae animo excidant Camenae;

Celebranda altiora surgunt gesta.

 

Tradução de Clemente de Oliveira, O.P., 2ª edição, 1988

publicado por isa às 15:29
Terça-feira, 07 / 06 / 11

Para actualizar o Latim

     Da Associação de Professores de Latim e Grego, algumas imagens com Latim


Feles, amicus meus      

 

 

 APLG - Associação de Professores de Latim e Grego   

   aplg.no.comunidades.net                                                      

 

                                                      

 MUSICA  MIHI PLACET

 

 

APLG - Associação de Professores de Latim e Grego

 

    aplg.no.comunidades.net

 

 


publicado por isa às 19:32
Temas a tratar: o latim e o grego — seu estudo; a língua e a cultura; as origens da língua portuguesa; etimologias; a cultura clássica e a cultura portuguesa

mais sobre mim

Junho 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29

últ. recentes

  • Curioso :)
  • A influência grega veio mais tarde. O que os roman...
  • Não imaginava, pensei que Júpiter fosse superior ...
  • Jano era um deus itálico, não tem correspondente n...
  • "Post" muito interessante! Qual era o deus grego ...
  • Obrigado, seu texto me foi útil.
  • Li a ode à Glória do poeta na tradução de M.H.Roc...
  • A minha frase latina favorita é mesmo "labor omnia...
  • Concordo. O Latim não está morto. Basta olharmos p...

mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro